terça-feira, 3 de junho de 2014

Texto meu pra série "Meu jogo inesquecível" do Ouro de Tolo


"Eu, Bebeto e Romário" é o meu texto pra série especial do Ouro de Tolo sobre a Copa do Mundo. Contei minhas lembranças sobre a Copa de 1994 e sobre a minha infância e o futebol. Para ler o texto integral, clique aqui. Logo abaixo, um trecho do texto:

"Os jogos dos Brasil foram meio mornos. Ao menos é o que me diz a memória infantil. Por outro lado, minha casa andava agitada. Sempre todo mundo lá, casa cheia, pra ver os jogos. A TV velha, a imagem meio borrada e a gente gritando. Metade da sala xingava o Raí; a outra, o Zinho. Os lançamentos do Dunga eram acompanhados de um esse aí tá pensando que é o Gérson que só os adultos entendiam.

Eu achava o Taffarel frangueiro, jamais me esqueceria do gol sofrido contra a Bolívia, em La Paz, nas Eliminatórias, por entre as pernas. Os únicos elogios eram pra Bebeto e Romário. Rússia, Camarões e Suécia: três jogos, duas vitórias, um empate. Estávamos classificados e haveria mais jogos do Brasil para ver."

Nenhum comentário:

Postar um comentário