sábado, 12 de janeiro de 2013

É dia 17: "O quarto de Bianca"





"Pegava e levava pro quarto, pra comer escondido. Gosto de doce, de açúcar e de comer escondido, sem precisar dividir. Criança. Bala de leite. Aniversário de criança, doce, bala de leite, bolo. Ficava tudo meio entocado aqui. Pra não dividir. Ia comendo. Às vezes, esquecia. Mas tinha formiga, sempre tem. Aí, lembrava." (O quarto de Bianca, de Rafael Cal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário